Skip to main content

O menino e o memorial

Na tarde de um dos últimos dias da Paralimpíada, parei numa das mesas ao ar livre do Parque Olímpico para lanchar. Como estavam todas cheias, um menino e uma senhora pediram para dividi-la comigo, o que prontamente aceitei, claro! O menino, magrinho, com seus oito anos de idade, estava eufórico: estava vivendo uma Paralimpíada!

Leia Mais