Skip to main content

Parabéns, Biel! O esporte como exemplo

A história do Biel, do Rodrigo e da Sarah é emocionante. Um exemplo de superação, mas principalmente de dedicação e amor, coisas que andam tão em baixa nesses tempos de imediatismo e descarte. Sexta-feira (09) o Biel completou 13 anos e eu queria compartilhar com vocês a história dele para que mais gente possa ajudá-lo!

Gabriel completou 13 anos e tem Paralisia Cerebral devido a falta de oxigenação durante o parto. Apesar disso ter afetado a sua parte motora, o Biel entende as coisas perfeitamente, tem desejos, e curte demais correr com o pai. Isso mesmo: através do esforço e da dedicação do Rodrigo, os dois participam de provas de corrida de rua. Através do esporte, o pai do Biel consegue mantê-lo incluso na sociedade sendo um exemplo para todos.

No entanto, o Biel e o Rodrigo precisam de auxílio para continuar no esporte. Como já praticou diversas modalidades, o sonho do Rodrigo é poder fazer uma prova de triathlon com o Biel. Para que isso seja possível, eles estão em uma campanha nas redes sociais para conseguir que alguém (uma marca, ou até mesmo o Luciano Huck no Caldeirão!) construa uma bicicleta adaptada para que o Rodrigo possa levar o Biel, “curtindo o vento no rosto e vendo tudo o que acontece”.

O perfil do Rodrigo (e do Gabriel!) no Instagram é @corredorespecial_biel e a campanha tem incentivado a hashtag #bielnocaldeirao. Para ajudar a promover a campanha, foi criada a corrida de 3K “Levanta e Vem Treinar com o Biel”. Ela será realizada no dia 30 de maio, às 7h30, na Praia da Barra, bem em frente ao número 6250, entre os postos 7 e 8 (mais informações e confirmações em breve – atualizarei o post avisando). Organizado pela empresa Levanta e Vem Treinar, que promoverá também um treinamento funcional após a corrida, e com o apoio da Gatorade o evento terá camisas para ajudar a inspirar cada vez mais pessoas através da divulgação da história do Biel e do Rodrigo. A inscrição, que custa R$20, deve ser feita pelo email [email protected]. O valor será usado para a participação do Biel e do Rodrigo em mais corridas.

Carta de divulgação | Arte: Laura Freitas
Cartaz de divulgação | Arte: Laura Freitas

Essa incrível história de superação teve início em 2013, em Barra do Piraí (RJ), onde vive a família do Biel. Rodrigo foi chamado para participar de uma corrida de rua, mas o Biel o olhou e pediu, através dos sinais que eles conhecem, para ir também. Rodrigo levou o filho e os dois começaram passeando. No entanto, Biel ficou encantado com todo o movimento e Rodrigo resolveu correr após algum tempo.“Confesso que não foi fácil devido a postura, altura da cadeira, condições do percurso, mas sua alegria foi tanta que continuei firme até o fim! Cada um que o Biel ultrapassava era um adeus, um sorriso… isso me revigorava a cada passada. Minhas pernas se transformaram em suas pernas e assim fomos”, conta Rodrigo.

A partir daquela experiência, Rodrigo teve vontade de continuar proporcionando esses momentos para o filho. Ele desenhou um triciclo e em meados de 2014 um amigo o ajudou a colocar o projeto em prática. Desde então, o Rodrigo e o Biel já correram diversas provas juntos! A mais recente, foi a Wings For Life World Run com o apoio do Eu Atleta e da Redbull. E o próximo desafio já está marcado: a Maratona do Rio!

Quem quiser ajudar, é muito importante curtir, compartilhar e divulgar a campanha do Biel! Mais uma vez, o instagram é @corredorespecial_biel.

Se você tem uma marca ou um negócio e/ou pode ajudar fazendo mais: fala comigo aqui nos comentários que eu repasso aos responsáveis!

No mais, parabéns, Biel! Completo aqui com o que foi dito pela Laura no @cincominutinhos, que foi quem me fez conhecer a história toda: “A verdade é que no aniversário do Biel o grande presente mesmo é o que ele e a família estão dando para a gente: motivação e inspiração para uma vida mais ativa, saudável e melhor e esperança de uma sociedade mais igualitária e inclusiva. Obrigada, Biel, Rodrigo e Sarah. E parabéns!”

Greg

Carioca, mangueirense, jornalista formado pela ECO-UFRJ.

Comente